quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Resumo 2017

  Até agora

  Esse ano foi peculiar.
  Começou com aquisição do meu apartamento. Nunca foi um plano na minha vida isso.
  Tudo começou com meu irmão querendo alugar algo para ficarmos em Araraquara durante a semana, visto que ele estava entrando as 7 e por isso estava acordando as 5.
  Começamos a procurar algo para alugar e queríamos algo seguro, então vem logo a mente 'apartamento'. Depois de algum tempo procurando, comecei a pensar no valor do aluguel + valor do condomínio como algo que poderia ser tratado como investimento. Por que não usar esse dinheiro como pagamento de financiamento? Pois bem, em janeiro começamos a procurar algo que coubesse dentro do meu bolso. E quem procura, acha. Não é um palácio, mas para quem só quer algo para passar a semana, está bom demais. Sim, é um apertamento da MRV,rs. Mas é meu :D
 
  Com o passar dos meses desenvolvi a síndrome do pânico. Algumas crises, várias visitas ao P.S., pois sempre que acontece eu tenho a sensação que vou morrer, várias visitas ao cardiologista, pois eu sempre achei que estava a beira de um enfarto, e então a solução: ANSITEC 5 mg, duas vezes ao dia. Ainda não é a cura, mas já estou bem melhor do que já estive. Não foi receitada por nenhum psiquiatra e sim um neurologista. O que me ajudou muito também foi a acupuntura. Se você que está lendo possui, procure alguém que faça acupuntura, vai te ajudar bastante.

  Esse ano também descobri que tenho hipotireoidismo. Isso foi após um ultrassom da tireoide a pedido a minha médica e ela ter aconselhado a eu ir procurar um endocrinologista.
  Mas então eu disse: eu fui a uma endócrino há 3 anos, pois o cardiologista já tinha me indicado, e ela fez as seguintes perguntas: sua mãe tem? sua avó materna ou paterna tem? Alguma tia tem? E as respostas foram 'NÃO'. E ela me disse: não precisa se preocupar, você nunca terá. Mas eu tenho e fico sempre me questionando se todos os problemas emocionais desenvolvidos ao longo desse ano não podem estar ligados a esse problema, que a partir de agora eu espero que esteja controlado.

  Esse ano eu fiz alguns cursos ligados a área de TI e também de fotografia.

  E fiz alguns ensaios.
  Ensaio da Ana Luiza
 

  Ensaio da Mariana

  O que eu ia fazer esse ano e não fiz?
  Uma viagem para os EUA. E por que não fiz? usei o dinheiro para mobiliar o apartamento. Quem sabe no futuro apareça uma nova oportunidade. Apesar de eu ainda preferir conhecer a Europa.
  Conhecer a Melanie C. Ela veio para o Brasil em Junho e eu não tinha dinheiro para comprar o passaporte para vê-la :(
 
  No mais é isso.

sexta-feira, 15 de abril de 2016

The Corrs

E eu tenho que falar sobre a volta dos Corrs.
Ué, Corrs quem?
The Corrs, uma banda irlandesa formada por quatro irmãos: Jim, Sharon, Caroline e Andrea. E sim, minha preferida é a Caroline.
É que eles são muito bons, e eu tinha me esquecido disso, afinal eles ficaram 10 anos sem lançar nada novo. Tá certo que estavam lá as músicas no meu pen drive e de vez em quando tocava, mas foi só eu ouvir o novo CD deles White Light que eu já fiquei viciada novamente...
E eu comprei o CD, claro, para completar minha coleção (tenho todos), e eu nem tenho mais onde ouvir CDs,rs. Assim como tenho alguns DVDs (Live at the Royal Abert Hall, MTV Unplugged, Live at Lansdowne Road e All the way home)...
Show deles no Brasil? Não custa sonhar...

Eu amei o CD White Light, principalmente as músicas Bring on the Night, Kiss of life, Catch me when I fall, Unconditional e Strange Romance.
 

Eu sou do tipo que sempre vai preferir a letra à melodia, mas quem prefere melodia não tem nada a perder ao ouvir as músicas deles, principalmente as que são apenas instrumentais.

E dos outros CDs (de estúdio) minhas preferidas são:




Forgiven, not Forgotten
Runaway










Only when I sleep
What can I do
Hopelessly Addicted
Queen of Hollywood
No good for me






Breathless
Give me a reason
All the love in the world
Radio
One night
Hurt Before






Summer Sunshine
Angel
Hideaway
Long Night
Goodbye
Humdrum








Peggy Gordon
Old Town









Se eu tenho uma música preferida? Não conseguiria escolher apenas uma entre as que estão em negrito...

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Blackout em Matão e Dobrada - SP

Bom dia!

Venho só para postar minha indignação contra todos os portais de notícias de Matão - SP.
Sequer citaram, mesmo que em uma pequena nota, sobre o blackout ocorrido em Matão e Dobrada na madrugada de sábado.
E olha que ele começou as 1:30 e as 4:30 ainda continuava.
Fico só pensando se eles querem proteger alguém ou se para eles essa notícia é irrelevante (como se fotos de pessoas desconhecidas em festas fosse muito relevante) ...
Ah tá, eles vão dizer que nenhum dos repórteres estavam acordados no horário do acontecimento...

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Expoflora 2015

Olá!

Estou aqui para dizer apenas que foi um prazer conhecer a Expoflora, em Holambra.
Tá certo que a gente vai com a ideia de que iremos ver uma enorme plantação de Tulipas, mas aí você cai em si e se lembra: estou em Holambra, não na Holanda.
Mas mesmo assim dá pra se imaginar na Holanda com seus moinhos...rs.
E pra quem segue meu Instagram, já viu algumas fotos e eu dizendo que estou a procura do meu Willem, apesar de eu não ser nenhuma Alisson.
Willem e Alisson são personagens dos livros 'Apenas um dia' e sua continuação 'Apenas um ano', da Gayle Forman, e eu gostei muito desses livros...

Vou então postar algumas fotos que tirei por lá.



















Tradução: Era tudo o que eu queria

Tradução: Nós também